//
está a ler...
Contraprova

A notícia que não era e já é

9 dias… só 9 longos dias depois do início da polémica, “a direcção do PÚBLICO sente que chegou o momento de explicar aos leitores o que se passou relativamente às pressões exercidas pelo ministro Miguel Relvas sobre uma jornalista e uma editora do jornal”.

E só agora decide publicar a notícia que não tinha publicado… porque achavam que não era notícia, nem mesmo as respostas que receberam do ministro sobre essa não-notícia chegaram a ser notícia.

E como o mundo não pode ser privado de notícias, Relvas terá tratado de fazer a coisa entrar na agenda mediática com alegadas pressões e ameaças, por causa de uma notícia que não o era e acabou mesmo por não ser (mas agora já é)… Confuso?

Leia aqui as explicações tardias e tire as devidas conclusões…

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: