//
está a ler...
Censura

Escândalo no Jornal de Negócios: “O caso da Notícia Desaparecida”

Uma notícia desapareceu do site do Jornal de Negócios, escassas horas depois de ter sido posta em linha! “Essa notícia não existe”, diz agora o site do Jornal de Negócios. Sem mais explicações! E que dizia a notícia? Uma coisa simples: «Portugal é o único país onde a austeridade exigiu mais aos mais ao pobres»!

Pode-se pensar “bem, alguém meteu o pé na argola e deu uma notícia sem fundamento que, em seguida, foi apagada…”. Pois é… mas não! Uma rápida busca na net revela o fundamento da notícia, tanto em inglês como mesmo em português (embora do Brasil).

O Financial Times (23.12.11) “um novo estudo encomendado pela Comissão Europeia […] afirma que as medidas de austeridade concretizadas em Portugal em 2010 foram ‘claramente regressivas’, fazendo com que nas famílias mais pobres a redução dos rendimentos disponíveis tenha sido maior, em proporção, do que nos lares mais ricos”. Um gráfico que acompanha a notícia mostra que as famílias mais pobres, com crianças a cargo, tiveram uma quebra de rendimentos da ordem dos 9%…!

O Correio do Brasil também cita a mesma fonte, num texto de opinião publicado por aquele media brasileiro a 03.01.2012.

Portanto, chamem um CSI que desvende este mistério do “caso da notícia desaparecida”, num sítio que diz ter liberdade de informação…

Anúncios

Discussão

22 thoughts on “Escândalo no Jornal de Negócios: “O caso da Notícia Desaparecida”

  1. a noticia esta online

    http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529107&pn=1
    Estudo da Comissão analisa medidas tomadas entre 2009 e 2011 pelos seis países mais afectados pela crise
    Entre os seis países da União Europeia mais afectados pela crise, Portugal é o único onde as medidas de austeridade exigiram um esforço financeiro aos pobres superior ao que foi pedido aos ricos, revela um estudo recente publicado pela Comissão Europeia. Na comparação com Grécia, Estónia, Irlanda, Reino Unido e Espanha, Portugal é também o País que regista um dos maiores aumentos de risco de pobreza devido às medidas de consolidação orçamental adoptadas durante a crise, ultrapassando a barreira dos 20% da população em risco.

    Posted by sonia cardoso | 03/01/2012, 17:58
  2. Boa tarde,
    A notícia não desapareceu.
    Está online http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529107&pn=1 desde as 10h00 de dia 3 de Janeiro e publicada na edição impressa do Jornal de Negócios. Por lapso a notícia esteve online durante alguns minutos na noite de 2 de Janeiro, motivando a página .
    As acusações e insinuações transcritas em cima não têm por isso qualquer fundamento.
    Cumprimentos
    Jornal de Negócios

    Posted by Jornal de Negócios | 03/01/2012, 18:27
  3. Boa tarde,

    o meu nome é Pedro Santos Guerreiro, sou director do Negócios.

    Este post não está correcto. A notícia não só não não foi retirada como é mesmo a notícia mais lida do dia no Negócios online!!! A acusação é aliás ridícula: o jornal que faz a investigação, analisa o estudo, publica as suas conclusões em duas páginas da sua edição impressa, numa notícia online e a comenta no seu próprio blogue é acusado de censura? Enfim… Obrigado pela atenção. Cumprimentos, Pedro Santos Guerreiro

    A notícia pode ser lida aqui: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529107&pn=1

    Comentário no blogue aqui http://comunidade.xl.pt/JNegocios/blogs/massamonetaria/archive/2012/01/03/n-227-o-h-225-desculpa-para-a-desigualdade-na-austeridade.aspx

    Posted by Pedro Santos Guerreiro | 03/01/2012, 19:51
  4. Está lá a notícia e até tem uma chamada na homepage

    Posted by Nuno Alexandre (@chateaufiesta) | 03/01/2012, 22:19
  5. Assim vai a nossa liberdade de Imprensa e opinião publica…que boa democracia…estamos quase a chegar ao 24 de Abril de1974,…mas que desgosto !!!

    Posted by Adérito Rodrigues | 04/01/2012, 00:10
  6. Vi a noticia quando ainda la estava, e achei muito estranho ter sido publicada, tendo em conta o jornal mais neo-fascista que conheço. Parece que o lápis azul lhe passou por cima, entretanto…

    Posted by sss_boing@gmail.com | 04/01/2012, 00:20
  7. No meu browser existe… 4/01/2012 04:29 gmt +3

    Posted by Miguel | 04/01/2012, 01:30
  8. As moscas mudaram mas a merda parece que é a mesma.

    Posted by Miguel in Belgium | 04/01/2012, 06:28
  9. Bom dia, talvez em parte se possa explicar através do post que coloquei em http://contributos-acidrais.blogspot.com/2012/01/nao-se-deixem-levar.html

    Obrigado pela informação e TUDO de BOM.

    Posted by Álvaro Cidrais | 04/01/2012, 09:10
  10. Acabei de fazer a pesquisa no Google e a notícia continua lá: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529107

    Posted by Gonçalo Peres | 04/01/2012, 10:14
  11. Uma só palavra » Vergonha «

    Posted by Cascão Simões | 04/01/2012, 13:11
  12. Existiu sim que eu bem a li nos destaquens lançados para o Facebook!

    Posted by Susana Gaio | 04/01/2012, 13:30
  13. Legal a reportagem

    Posted by jose aldo | 04/01/2012, 14:10
  14. É UMA POUCA VERGONHA!!!!
    Mas onde irá o nosso país parar?!?!?!?!?!?!?

    Posted by alinegallaschhall | 05/01/2012, 12:15
  15. …bem, parece que por cá, ninguém confia em ninguém! É fachos para cá, o ” leca para lá “. E queixam-se alguns, que estamos a voltar a março de 74! Era bom… para se poder fazer uma revolução com ” dentes “!! Até poderia ser com cravos, mas acima de tudo com ideais de real democracia! Não vale a pena falar do maio de 28..ou 29, como do pós abril de 74 até aos dias de hoje! … Estava para aqui a pensar que nome lhe dar…mas não encontro sinónimos! Resumindo, são apenas palavras de um operário, agora um emigrante não docente que vê o seu país a começar uma luta casmurra, que deveria ter já começado à muito! Força aqueles que não acreditam em esquerda ou direita…porque isso é tudo uma treta…força aqueles que se fazem destacar pela dignidade laboral, social, cultural…aqueles que ao fim do dia têm o prazer de beber umas minis com os vizinhos do bairro…

    Posted by jorge oliveira | 06/01/2012, 02:18

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: